ESTÁGIOS NO HOVET

Regulamento do Estágio Supervisionado Obrigatório (ESO) e Treinamento Prático Voluntário (TPV) no Hospital Veterinário da Universidade Federal do Espírito Santo

 

1. Objetivos

Oportunizar a acadêmicos em Medicina Veterinária e áreas afins vivências práticas que lhes permitam complementar sua formação acadêmica.

 

2. Períodos de ESO ou TPV

Os estágios ou treinamentos práticos voluntários poderão ser desenvolvidos durante o período das férias e durante o período letivo. Para o período de férias (dezembro, janeiro, fevereiro e julho) será concedida prioridade para alunos da UFES.

Para fazer Estágio Obrigatório, é preciso estar matriculado na disciplina Estágio Supervisionado.

A carga horária mínima para alunos em TPV é de 60h/semestre e para alunos em ESO é de 160h.

 

3. Áreas de ESO ou TPV oferecidas

 

Áreas

Professores responsáveis

Clínica Médica de Animais de Companhia

Prof. Dra. Karina Preising Aptekmann

M.V. Andressa Cristina G. P. Schimidt

Clínica Cirúrgica de Animais de Companhia

Prof. Dra. Letícia Leal de Oliveira

Prof. Dr. Douglas Severo Silveira

M.V. Dr. Guilherme Galhardo Franco

Setor de Animais Silvestres

Sem médico veterinário responsável no momento

Clínica Médica, Cirúrgica e Reprodução de Animais de Produção

Prof. Dr. Rafael Otaviano do Rego

Prof. Dr. José Oliveira Carvalho Neto

M.V. Carlos Alberto Moreira Junior

Laboratório Clínico

Prof. Dra. Graziela Barioni

Laboratório de Patologia Animal

Prof. Dra. Jankerle Neves Boeloni

Prof. Dr. Leonardo Oliveira Trivilin

Prof. Dra. Louisiane de Carvalho Nunes

Laboratório de Parasitologia

Prof. Dra. Isabella Vilhena Freire Martins

Prof. Dr. Marcus de Freitas Ferreira

Laboratório de Microbiologia

Prof. Dr. Marcos Santos Zanini

Prof. Dr. Dirlei Molinari Donatele

 

4. Calendário para envio de solicitações

Os pedidos de estágio deverão ser encaminhados em formulário próprio impresso para a Secretaria do Departamento de Medicina Veterinária respeitando-se as datas disponibilizadas em http://medicinaveterinaria.alegre.ufes.br/ Só será permitida a solicitação em uma área de atuação e não serão aceitos pedidos entregues fora dos prazos determinados.

Obs: Os formulários para ESO e TPV são distintos.

 

5. Documentos necessários para a solicitação:

a) Estágio Supervisionado Obrigatório – deverá ser preenchido o formulário disponível em: http://www.alegre.ufes.br/sugrad-estagio, em três vias devidamente assinadas. Serão aceitos alunos em ESO de outras instituições de ensino conveniadas com a UFES.

b) Treinamento Prático Voluntário – deverá ser preenchido o formulário disponível em: http://medicinaveterinaria.alegre.ufes.br/hovet/Estagios e apresentadas as cópias de comprovante de matrícula e horário individual.

c) Será exigido Seguro de Vida e Laudo de Sorologia contra Raiva (atestando que o (a) aluno (a) está imune contra raiva em exame realizado com a antecedência de pelo menos um ano anterior à data do início do estágio/treinamento) para todos os alunos em ESO ou TPV.

 

6. Deferimentos

Os estágios/treinamentos práticos serão deferidos de acordo com o número máximo de vagas ofertado por cada setor, levando-se em consideração a necessidade e especificidade de cada setor, e a disponibilidade de carga horária dos candidatos. Os alunos em ESO terão prioridade na seleção. Em caso de empate, o critério de escolha será feito pelo maior coeficiente de rendimento escolar.

Obs: o número máximo de alunos por setor é dependente da ocorrência simultânea das disciplinas de graduação nos setores pretendidos.

Os deferimentos/indeferimentos serão divulgados no site http://medicinaveterinaria.alegre.ufes.br/

 

8. Condições Gerais

Cada setor/área apresentará no primeiro dia de ESO ou TPV as regras de funcionamento do local com todas as atribuições dos discentes selecionados, bem como dos POPs (procedimentos operacionais padrão) adotados pelo setor. Além disto, será exigido o EPI (Equipamento de Proteção Individual) necessário para o setor.

 

9. Avaliação

A avaliação do ESO/TPV será realizada ao seu final, pelo Professor Orientador ou pelo Profissional Supervisor, por meio do preenchimento de ficha padrão própria e será atribuída uma nota de 0 (zero) a 10 (dez).

A emissão do certificado de conclusão ficará dependente do cumprimento das atividades pelo discente em estágio/treinamento prático voluntário por seu Professor Orientador ou Profissional Supervisor e deverá ser emitida até 90 dias após o término do TPV.

Obs: Os alunos em TPV que não cumprirem a carga horária mínima de 60h e os alunos em ESO não terão direito ao certificado (será preenchido o formulário avaliativo próprio de cada instituição que deverá ser encaminhado ao setor responsável pelo aluno).

 

10. Desligamento

O aluno que não cumprir as normas e recomendações do setor, poderá ser desligado a qualquer momento a pedido do responsável pela área/setor.

Poderão ser desligados alunos com mais de duas faltas não justificadas.

 

11. Confidencialidade

É proibido o uso de imagens (fotografias) dos pacientes, bem como de quaisquer dados dos prontuários dos mesmos, que tenham sido atendidos na rotina clínica, cirúrgica e/ou laboratorial do Hospital Veterinário.

O não cumprimento desta regra é passível de processo administrativo disciplinar.

 

12. Os casos omissos neste regulamento deverão ser apreciados pela Gerência do Hospital Veterinário para deliberação.

 

 

 

 

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000